Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Lawrence Rudolph

Ricaço matou a esposa para ficar com seguro de vida milionário e viver com a amante

Durante um safári de caça pela África, em 2016, Lawrence Rudolph deu um tiro de espingarda no peito da esposa e alegou suicídio para ficar com valor surreal

Fabio Previdelli Publicado em 02/08/2022, às 11h26

Lawrence Rudolph ao lado da esposa Bianca - Divulgação/ Arquivo Pessoal
Lawrence Rudolph ao lado da esposa Bianca - Divulgação/ Arquivo Pessoal

Após três intensas semanas de julgamento, Lawrence Rudolph, um renomado dentista, foi considerado culpado por assassinar sua esposa, Bianca Rudolph, durante uma viagem de caça na África, em 2016. 

Além do mais, na última segunda-feira, 1°, um júri do tribunal federal do Colorado também condenou Lawrence, de 67 anos, por fraude postal em Denver. De acordo com a acusação, o dentista teria tirado a vida da esposa para receber seu seguro de vida, cerca de 4,8 milhões de dólares (cerca de R$25 milhões), e ficar livre para viver com sua amante, Lori Milliron.

Lori também foi considerada culpada por ser cúmplice do crime, obstrução da justiça e de duas acusações de perjúrio. Por conta dos crimes, Lawrence pode pegar prisão perpétua e Milliron pode enfrentar 35 anos de cárcere. As audiências de sentença, entretanto, ainda não foram agendadas. 

Estamos desapontados com o veredicto do júri, mas esse é o nosso sistema. Lori Milliron é inocente das acusações e continuaremos a lutar para inocentá-la", disse o advogado de defesa de Milliron, John Dill, em entrevista à revista People. 

O crime 

Em um safári de caça na Zâmbia, em 2016, Bianca acabou falecendo após um tiro fatal de espingarda acertar o seu peito. Inicialmente, o dentista declarou que sua esposa, com quem era casado há 34 anos, havia disparado acidentalmente contra si, enquanto ela arrumava suas malas com pressa. 

Porém, os promotores entendem que ele matou Bianca para que pudesse receber milhões de dólares em benefícios de seguro de vida e continuar seu relacionamento com sua amante.

Conforme informado pela Associated Press, durante o julgamento, um promotor federal alegou que Rudolph confidenciou o crime enquanto jantava com Milliron em uma churrascaria de Phoenix, em 2020, quando soube que o FBI estava investigando o caso: “Eu matei a porra da minha esposa por você!”.