Notícias » Brasil

Rival de Diabão: Conheça ‘Caveira’, o homem que tem 99% do corpo tatuado

Recentemente, Fernando Franco de Oliveira, que ganhou fama internacional ao ser chamado de “orc brasileiro”, passou por um procedimento para tirar parte do nariz

Fabio Previdelli Publicado em 22/07/2021, às 12h21

Foto de Fernando Franco de Oliveira
Foto de Fernando Franco de Oliveira - Divulgação/ Arquivo Pessoal

Como você deve se lembrar, há algumas semanas a equipe do site do Aventuras na História contou a história de Michel Faro do Prado, que chegou a amputar um dedo e colocar garras para ficar parecido com o diabo. 

No entanto, parece que o tal “Diabão” ganhou um rival; trata-se do tatuador Fernando Franco de Oliveira, que realizou diversas mudanças em seu visual, conforme explica matéria publicada pelo UOL. 

Além de ter cerca de 99% do corpo coberto com tatuagens, o dono de um estúdio em Tatuí, interior de São Paulo, também passou por uma série de modificações corporais, sendo a mais recente delas um procedimento para tirar a maior parte de seu nariz. 

A proeza o fez ser reconhecido internacionalmente, sendo apelidado pela imprensa de “orc brasileiro”. Por aqui, Caveira, como é mais conhecido, conquistou o prêmio de homem mais tatuado do país.  

Segundo revela, apenas as solas de seus pés não receberam qualquer tipo de desenho. "Estou lacrado. A pele dos pés é muito grossa, é muito difícil de pegar tatuagem. Mas se alguém tentar arrancar meu ranking, vou tatuar as solas dos pés nem que seja com uma lixadeira. Esse certificado não sai daqui de casa", brinca em entrevista ao UOL. 

Ao ser indagado sobre o Diabão, Oliveira diz que se existisse um pódio entre os dois, ele estaria acima do concorrente:

"Ele tem aquela aparência dele lá, mas, se você olhar atrás na cabeça dele, não tem tatuagem. Para mim, isso não conta. Eu estou acima, tenho meu certificado no ranking, tenho o corpo inteiro tatuado, as modificações que ele fez, também fiz". 

Além disso, ele também afirma que pretende continuar fazendo mudanças corporais. “Vou colocar mais implantes de chifres na cabeça, tatuagens que cortam a pele e deixam cicatrizes. Não vou parar, para a alegria do Diabão", diz em tom de provocação. Leia matéria completa do UOL aqui