Notícias » Brasil

Rodrigo Maia diz pensar que Bolsonaro é gay: 'Ele não consegue assumir'

O ex-deputado fez a especulação durante sua participação em um podcast

Ingredi Brunato, sob supervisão de Pamela Malva Publicado em 04/09/2021, às 14h00

Fotografia do presidente Jair Bolsonaro
Fotografia do presidente Jair Bolsonaro - Getty Images

O ex-deputado Rodrigo Maia deu uma entrevista ao podcast "Derrete Cast" em que especulou que Jair Bolsonaro poderia ser homossexual. As falas do político foram repercutidas pelo UOL na última sexta-feira, 3. 

Eu tenho uma grande dúvida [sobre a sexualidade de Bolsonaro]. Eu acho que é", afirmou Maia, que apontou ainda que "não tem uma mulher que ele admire, ele não gosta". 

O ex-deputado destacou que não existia "nenhum problema" em ser gay, que não era esse o tom da fala dele. Ele citou o fato de ter diversos amigos com essa orientação sexual, incluindo Eduardo Leite (PSDB), governador do Rio Grande do Sul, que assumiu sua sexualidade recentemente.

"Qual é o problema? Não estou brincando. Acho que esse debate tem que fazer. Ele não consegue assumir o que ele é. Falo sério. As pessoas acham que falo brincando, mas depois me dão razão. [Bolsonaro] tem formação militar, que é muito reacionária, muito atrasada neste aspecto da orientação sexual, ele prefere dizer que é machão", disse. 

A fala do político gerou repercussão nas redes sociais. Uma das figuras que respondeu às especulações de Maia foi Jean Wyllys, ex-deputado homossexual. 

"Querido Rodrigo Maia, deixe-me explicar uma coisa: o genocida é seguramente misógino, sexista e machista, e tem doentia fixação no coito anal e inveja do gozo da homossexualidade. Tudo isto faz dele um homofóbico, não um gay. Gay sou: ser gay tem a ver com tem a ver com o orgulho de ser", disse Wyllys através de sua conta no Twitter.

Assista a entrevista na íntegra abaixo.