Notícias » Arqueologia

Rota de peregrinação de dois mil anos é encontrada em Jerusalém

Construída por Pôncio Pilatos, a rua perdida ligava o Monte do Templo ao Reservatório de Siloé

Isabela Barreiros Publicado em 21/10/2019, às 15h00

A pintura mostra a antiga passagem que liga o Monte do Templo ao Reservatório de Siloé
A pintura mostra a antiga passagem que liga o Monte do Templo ao Reservatório de Siloé - Domínio Público

Arqueólogos encontraram uma rua datada de aproximadamente dois mil anos que funcionava como rota de peregrinação na região, ligando o Monte do Templo e o Reservatório de Siloé. A descoberta foi feita pela Autoridade de Antiguidades de Israel em conjunto com a Universidade de Tel Aviv, depois de seis anos de escavações em Jerusalém.

A rua tinha 600 metros de comprimento e oito de largura. Segundo os pesquisadores, a  grande extensão indica que aquela era uma pavimentação especial. "Se fosse uma passagem simples que ligasse o ponto A ao ponto B, não seria necessário construir uma rua tão grande", disse Joe Uziel, arqueólogo da Autoridade de Antiguidades de Israel.

“No mínimo, [a rua] tem oito metros de largura. Isso, combinado com a pedra finamente esculpida e os 'móveis' ornamentados como um pódio ao longo da rua, tudo indica que aquela era uma rua especial”, completa.

Crédito: A. Peretz/IAA

 

O local também está coberto por moedas que foram encontradas embaixo das pedras que pavimentavam o chão. "Datar usando moedas é muito exato", disse o autor e arqueólogo Donald Ariel, da Autoridade de Antiguidades de Israel. “Como algumas moedas têm o ano em que foram cunhadas, isso significa que a rua foi construída no mesmo ano ou pouco tempo depois”, completa.

Neste caso, as moedas datam de 31 d.C., o que tornou-se evidência para que os arqueólogos afirmassem que a rua foi construída no período do governo de Pôncio Pilatos, que foi de 26 a 36 d.C. Ele é famoso por ter presidido o julgamento de Jesus Cristo.  


Saiba mais sobre Jerusalém:

1. Jerusalém, de Simon Sebag Montefiore (2013) - https://amzn.to/2pBcF34

2. Jerusalem, de Alan Moore (2019)- https://amzn.to/31AoSlR

3. Bíblia de Jerusalém, de  Paulus Editora (2002) - https://amzn.to/32BB5b4

4. Jerusalém, de Karen Armstrong (2011) - https://amzn.to/2MA952f

Vale lembrar que os preços e quantidade disponível das obras condizem com os da data de publicação deste post. Além disso, a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.