Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Guerra da Ucrânia

Rússia acusa Ucrânia de ataque a plataformas marítimas de petroleo

Este é o primeiro relato de ataque a plataformas desde o início do conflito

Redação Publicado em 20/06/2022, às 13h44

Plataforma marítima de perfuração de petróleo russa - Foto por David Mark pelo Pixabay
Plataforma marítima de perfuração de petróleo russa - Foto por David Mark pelo Pixabay

Autoridades russas acusaram as forças armadas ucranianas de invadirem as plataformas de perfuração de petróleo Chernomorneftegaz, localizadas no mar da península da Crimeia — anexada por Moscou em 2014. A acusação foi feita nesta segunda-feira, 20.

Sergei Aksyonov, governador da Crimeia designado por Moscou, anunciou no Telegram que "esta manhã o inimigo atacou as plataformas de perfuração de Chernomorneftegaz. (...) Estamos trabalhando para salvar pessoas". Ainda incluiu que até o momento cinco pessoas haviam sido resgatadas, estando três feridas.

Estou em contato com nossos colegas do ministério da Defesa e com os serviços de inteligência. Estamos resgatando pessoas", disse Sergei Aksyonov no Telegram, de acordo com o portal de notícias da UOL.

Segundo o governador, a plataforma em si não foi afetada, mas a Chernomorneftegaz opera vários campos de gás e petróleo ao longo do Mar Negro e do Mar de Azov. As buscas prosseguem no local, com apoio de barcos de patrulha e de aviação.

Este ataque ucraniano às plataformas russas é o primeiro relatado às plataformas da Crimeia desde que a Rússia iniciou uma 'operação especial' na Ucrânia, que resulta atualmente em diversos refugiados ucranianos espalhados pelo mundo, em fevereiro deste ano.

Vladimir Putin e Volodymyr Zelensky, presidentes da Rússia e da Ucrânia, respectivamente
Vladimir Putin e Volodymyr Zelensky, presidentes da Rússia e da Ucrânia, respectivamente / Getty Images