Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Europa

Rússia afirma ter matado 5 que tentaram ultrapassar fronteira pela Ucrânia

O governo ucraniano nega, afirmando que não deslocou soldados para a região do ocorrido

Wallacy Ferrari Publicado em 21/02/2022, às 13h36

Uma das fronteiras ucranianas com bandeira do país - Getty Images
Uma das fronteiras ucranianas com bandeira do país - Getty Images

O Exército da Rússia afirmou que, após tentativa de ucranianos em ultrapassarem a fronteira entre os países, matou cinco “sabotadores” pouco após atravessarem os limites dos países, mesmo com os soldados dispostos próximos da passagem em Rostov. Os dados foram divulgados para agências de notícias russas com base em documentos do ministério da Defesa.

Contudo, o governo da Ucrânia contesta a versão, afirmando que nenhum soldado do país estava posicionado ou em algum tipo de missão na região da fronteira onde o suposto ataque ocorreu.

Atualmente, os países são o foco da atenção militar mundial pela tensão sobre uma suposta invasão russa, cujos planos foram negados pelo presidente Vladimir Putin.

Na manhã desta segunda-feira, 21, serviços de segurança russos afirmaram que um projétil proveniente da Ucrânia destruiu atingiu um posto fronteiriço também na região próxima a Rostov, instalado a aproximadamente 150 da divisa, desencadeando na suposta medida de afastamento.

O Serviço de Guarda de Fronteira da Ucrânia classifica as colocações russas sobre tentativas de contra-ataque como uma "provocação deliberada", como informou o portal de notícias UOL.