Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Rússia

'McDonald's russo' já tem data para substituir rede de fast-food no país

Nova marca não teve nome divulgado, mas assumiu a operação de todas as unidades após fechamento no país

Éric Moreira, sob supervisão de Wallacy Ferrari Publicado em 11/06/2022, às 09h56

Nova rede de restaurantes vai funcionar no lugar das lojas do McDonald's da Rússia - Divulgação / Getty Images
Nova rede de restaurantes vai funcionar no lugar das lojas do McDonald's da Rússia - Divulgação / Getty Images

No Dia da Rússia — feriado patriótico russo que celebra a independência do país —, que ocorrerá no próximo domingo, 12, as antigas lojas da franquia McDonald's reabrirão no território russo sob nova direção. O evento acontecerá na Praça Pushkin, em Moscou, onde foi aberta a primeira loja da rede de restaurantes estadunidense na Rússia, em janeiro de 1990.

Desde o início da invasão russa ao território ucraniano, diversas empresas e redes de diferentes setores, desde o alimentício até moda ou veículos, se retiraram da Rússia devido ao grande prejuízo que sofriam na região, por conta das sanções de vários países — especialmente dos EUA. O McDonald's, por exemplo, se retirou do país no último mês, passando a venda de suas lojas para Alexander Govor, franqueado local.

O logotipo da nova rede já foi anunciado, sendo composto por um círculo laranja e dois traços amarelos estilizados, contra um fundo verde. O nome, por sua vez, ainda não foi divulgado. Na última sexta-feira, o nome do aplicativo do McDonald's mudou no país para 'My Burger', mas a equipe de imprensa da rede afirmou que era apenas temporário, como informado pelo RBC Daily, segundo o g1.

Logotipo da nova rede de hambúrgueres russa
Logotipo da nova rede de hambúrgueres russa / Divulgação

Saída do McDonald's

O McDonald's assumiu um prejuízo de até US$ 1,4 bilhão ao optar por deixar a Rússia e vender os restaurantes para AlexanderGovor, cuja empresa russa GiD já administrava 25 das quase 850 lojas. Govor afirma que planeja expandir a nova marca para até mil lojas em todo o território russo e reabrir todos os pontos da rede ocidental em até dois meses.

O dia da abertura é importante porque é a primeira vez que os consumidores poderão realmente sentir, tocar e ver a marca e o que ela representa. [...] É importante qual será a reação e, obviamente, as pessoas irão compará-lo ao McDonald's", acrescentou.