Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Mundo

Rússia anuncia retirada de tropas das Ilha das Serpentes, no Mar Negro

Porta-voz aponta que decisão é "sinal de boa vontade"

Alan de Oliveira | @baco.deoli sob supervisão de Fabio Previdelli Publicado em 30/06/2022, às 12h31

Ilhasa Ilha das Serpentes, uma posição estratégica no Mar Negro - Divulgação/ Youtube/ UOL
Ilhasa Ilha das Serpentes, uma posição estratégica no Mar Negro - Divulgação/ Youtube/ UOL

O exército russo irá sair da Ilha das Serpentes, uma posição estratégica no Mar Negro conquistada por Moscou que também foi alvo de bombardeios dos ucranianos nas últimas semanas. O anúncio foi feito hoje, 30, pelo porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, Igor Konashenkov.

Em 30 de junho, em sinal de boa vontade, as Forças Armadas russas cumpriram os objetivos fixados na Ilha das Serpentes e retiraram sua guarnição do local", afirmou o porta-voz em coletiva para a imprensa russa, repercutidas pelo portal UOL.

Ainda segundo a apuração do jornal on-line, foi dito que o ato é uma demonstração ao mundo de que a "Rússia não está impedindo os esforços da ONU de organizar um corredor humanitário para enviar por navio produtos agrícolas a partir da Ucrânia".

O país alega que agora, as responsabilidades de conflitos e violência armada está ‘sob responsabilidade da Ucrânia’. "Não há mais tropas russas na Ilha das Serpentes. Nossas Forças Armadas fizeram um grande trabalho", escreveu o conselheiro presidencial ucraniano Andryi Yermak, no Twitter.

Mais acusações da Ucrânia contra a Rússia

Na semana passada, em um pronunciamento nas redes sociais, o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky afirma que as tropas russas roubaram todas as caixas de cerais do território, o que teria causado um grande impacto na alimentação e precificação dos mercados.

A Ilha abandona pela Rússia supostamente seria o local que serviu de “armazém” para guardar os produtos roubados. Desde o início da ofensiva russa, a pequena Ilha das Serpentes virou um símbolo da resistência ucraniana, já que tiveram conflitos na região e ao menos três negativas de rendição impostas pelos soldados russos.