Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Brittney Griner

Rússia condena jogadora americana Brittney Griner a 9 anos de prisão

Brittney Griner foi presa em fevereiro por portar cannabis

Redação Publicado em 04/08/2022, às 18h13 - Atualizado às 20h02

Jogadora de basquete sendo levada para o julgamento - Divulgação / Youtube / Jovem Pan News
Jogadora de basquete sendo levada para o julgamento - Divulgação / Youtube / Jovem Pan News

A juíza Anna Sotnikova, do tribunal da cidade de Khimki, na Rússia, disse que Brittney Griner, estrela da WBNA, foi condenada por um tribunal russo a uma multa de 1 milhão de rublos (cerca de US$ 16.400) e a 9 anos de prisão nesta quinta-feira, 4.

Segundo o tribunal, a admissão parcial de culpa, o remorso pelo ato, seu estado de saúde e as atividades de caridade praticadas por Brittney foram levadas em consideração. Ela foi considerada culpada por um crime que o juiz disse que fora cometido deliberadamente: o contrabando de drogas.

A jogadora foi presa no Aeroporto Internacional Sheremetyevo de Moscou, em 17 de fevereiro, com menos de um grama de óleo de cannabis em sua bagagem. De acordo com ela, o ocorrido foi “um erro honesto” que aconteceu ao fazer as malas com pressa.

Os advogados da atleta argumentaram que, se ela já utilizou maconha medicinal, foi somente nos curtos períodos entre as competições e nas férias, sob a prescrição de um médico, para tratar a intensa dor de lesões esportivas, e somente em casa, no Arizona, onde a substância é legal.

Acusação “inaceitável”

Joe Biden, presidente dos Estados Unidos, afirmou, nesta quinta-feira, 4, que a condenação de Brittney Griner é “inaceitável”, e pediu que Moscou a liberte imediatamente, de acordo com informações da CNN.

“Hoje, a cidadã americana Brittney Griner recebeu uma sentença de prisão que é mais um lembrete do que o mundo já sabia: a Rússia está detendo Brittney injustamente”, relatou Biden em comunicado.

Ele ainda continuou: “É inaceitável e peço à Rússia que a liberte imediatamente para que ela possa estar com sua esposa, entes queridos, amigos e companheiros de equipe”.


O site Aventuras na História está no Helo! Não fique de fora e siga agora mesmo para acessar os principais assuntos do momento e reportagens especiais. Clique aqui para seguir.