Notícias » Rússia

Rússia é acusada de destruir arquivos sobre repressão soviética

Ministério da Justiça da Ucrânia denunciou invasão russa que teria sido responsável por incendiar documentos relativos à repressão contra o país

Redação Publicado em 26/03/2022, às 07h59

Registro de Chernigov
Registro de Chernigov - Sergiy Klymenko, via Creative Commons

Invasores russos foram responsáveis por destruir arquivos históricos de segurança na região de Chernihiv, no norte da Ucrânia, relativos à repressão da União Soviética contra o país. A acusação foi feita pelo Ministério da Justiça ucraniano.

Segundo o ministério, o chefe do serviço de arquivamento do Estado da Ucrânia, Anatoliy Khromov, informou que um departamento inteiro que contava com os documentos foi incendiado por invasores.

Ainda de acordo com Khromov, não é possível saber ainda quais arquivos foram destruídos e quais resistiram à ofensiva militar russa durante o conflito em território ucraniano, que já completou um mês. Isso ocorre em especial porque os russos tomaram muitos prédios administrativos no país.

Uma auditoria deverá ser instaurada com o fim da guerra para que o tamanho das perdas possa ser estimado pela Ucrânia. No entanto, sabe-se até então que documentos foram danificados em Lugansk, Donetsk e Sumy.