Notícias » Estados Unidos

Sarah McBride é a primeira senadora transexual dos EUA

A democrata se torna a transexual com mais alto cargo político em todo o país

Giovanna de Matteo Publicado em 04/11/2020, às 09h52

Foto de Sarah McBride para sua campanha eleitoral
Foto de Sarah McBride para sua campanha eleitoral - Divulgação / Twitter / SarahEMcBride

Sarah McBride, uma americana e ativista dos direitos LGBTQI+, se tornou a primeira mulher trans eleita nos Estados Unidos como senadora, pelo estado de Delaware durante as eleições de 2020.

Foi nessa última terça-feira, 3, que a democrata Sarah McBride, aos 30 anos, fez história nos Estados Unidos. Ela é a primeira senadora do país abertamente transexual, além de ser a mulher trans com o posto político mais alto nos EUA.

Ela ganhou 86% dos votos no primeiro distrito estadual para o Senado, concorrendo pela primeira vez ao cargo, depois de ter sido estagiária da Casa Branca nos anos de governo de Barack Obama.

O Victory Fund, comitê político que tem o objetivo de propagar ações que aumentem a representatividade e diversidade de autoridades LGBTQI+ eleitas nos Estados Unidos, parabenizou os candidatos transexuais eleitos esse ano. 

Em uma nota publicada na internet, a diretora do grupo, Annise Parker, afirmou que a eleição de McBride é “um lembrete poderoso de que os eleitores estão cada vez mais rejeitando a política de preconceito a favor de candidatos que defendem a igualdade”.

Em seu perfil no Twitter, Sarah agradeceu os votos e mandou uma mensagem à juventude americana LGBTQI+