Notícias » Estados Unidos

Sarah Obama, a 'avó' queniana de Barack Obama, morre aos 99 anos

Ela foi a última esposa do avô paterno do ex-presidente e conheceu o político em uma viagem para a África

Redação Publicado em 29/03/2021, às 11h50

Obama e Sarah reunidos em fotografia
Obama e Sarah reunidos em fotografia - U.S. Embassy, Jakarta

Sarah Obama, avó de consideração do ex-presidente dos EUA Barack Obama, faleceu na manhã desta segunda-feira, 29, aos 99 anos de idade em um hospital de Kisumu, localizado no oeste do Quênia. A informação foi divulgada pela filha Marsat Onyango e noticiada pelo portal UOL.

Conhecida como “Mama Sarah”, ela foi a terceira esposa do avô paterno do político, Hussein Onyango Obama, se tornando uma celebridade local quando Obama visitou o país africano para conhecer os antepassados, em 2006, enquanto ainda era senador pelo estado de Illinois. Eles não possuem relação de sangue, mas era a Obama mais velha ainda viva.

Desde então, a pequena casa da madrinha no povoado de Kogelo passou a ser um ponto turístico do país, principalmente após 2008, quando o afilhado foi eleito presidente. A residência foi tombada e protegida por seguranças e muros, chegando a ser revisitada em viagem oficial em 2015.

O pai de Obama era ex-combatente do Exército britânico, na então Birmânia, e morreu em 1975. A administração dos bens e posse do ponto turístico se mantém com a filha.


Obra escrita por Barack Obama revela fatos sobre vida pessoal e aspirações políticas

Recém-lançada pela editora Companhia das Letras, a obra Uma terra prometida, escrita pelo próprio Barack Obama, revela as suas memórias presidenciais e a sua odisseia improvável, desde sua juventude até se tornar líder de uma das maiores potências mundiais. 

Neste comovente relato, o ex-presidente dos Estados Unidos apresenta detalhes surpreendentes sobre a sua formação política. Além disso, Obama descreve os momentos mais marcantes do seu primeiro mandato na presidência estadunidense.

++Leia a matéria completa aqui.