Notícias » Entretenimento

SBT explica polêmica envolvendo transmissão de passagem bíblica polêmica

O trecho do livro de Salomão sobre críticas ao governo foi transmitida na programação da emissora de Silvio Santos no último sábado, 12

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 14/06/2021, às 11h01

Foto registra inserção bíblica na emissora
Foto registra inserção bíblica na emissora - Divulgação / Twitter / SBT

O SBT causou um debate entre internautas durante a transmissão da abertura da Copa América no Brasil durante a tarde de sábado, 12, quando exibiu uma passagem de Salomão no Antigo Testamento em rede nacional, sendo pautado por alguns telespectadores como uma suposta mensagem de afiliação da emissora ao governo de Jair Bolsonaro.

“Não critique o governo mesmo em pensamento e não critique o homem rico nem mesmo dentro do seu próprio quarto. Pois um passarinho poderia ir contar a ele o que você disse”, relacionando a passagem bíblica a uma possível ameaça à críticos, como informou a revista Contigo.

Via Twitter, a jornalista Anna Virginia Balloussier explicou que a assessoria da emissora reafirmou que não se trata de uma inserção comercial, mas sim uma tentativa de estimular a leitura bíblica como "uma iniciativa do SBT de veicular o livro Eclesiastes".

O canal ainda acrescentou que outros versículos irão ao ar em 106 versões de trechos de todos os capítulos do livro religioso.

O SBT exibe, desde o mês de maio deste ano, uma série de vinhetas durante os intervalos comerciais contendo leituras de versículos bíblicos, iniciando com trechos do livro de Eclisiastes, contendo o trecho sinalizado na tela e uma narração proporcionada pela voz padrão da emissora paulista.