Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Raiva

Secretaria de Saúde do DF confirma primeiro caso de raiva humana desde 1978

O caso foi confirmado na última segunda-feira, 4, e adiantou campanha de vacinação

Redação Publicado em 05/07/2022, às 16h06

Campanha de vacinação de raiva em animais foi adianta no DF - Foto por Maureen Fonseca-Ford pelo Wikimedia Commons
Campanha de vacinação de raiva em animais foi adianta no DF - Foto por Maureen Fonseca-Ford pelo Wikimedia Commons

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) confirmou um caso de raiva humana nesta terça-feira, 5. De acordo com dados de pasta disponibilizada, esse era o primeiro caso da doença na capital desde 1978, quando ocorreu o primeiro e, até então, único caso da região.

Em decorrência do ocorrido, a SES-DF afirmou que vai antecipar o início da campanha de vacinação antirrábica este ano para a próxima quarta-feira, 6, com mais informações sendo transmitidas ao longo da tarde de hoje, como informado pelo portal de notícias g1.

A raiva é uma doença infecciosa viral aguda, que acomete mamíferos e pode ser transmitida aos humanos (antropozoonose) pela mordedura, lambedura e arranhadura de animais infectados com o vírus da raiva", explica a Secretaria de Saúde.
Além de cães e gatos, morcegos também estão entre os principais transmissores do vírus da raiva
Além de cães e gatos, morcegos também estão entre os principais transmissores do vírus da raiva / Foto por Grand Canyon National Park pelo Wikimedia Commons

Raiva

O distúrbio causado pelo vírus da raiva — ou hidrofobia — é caracterizado por sintomas neurológicos principalmente, e dentre os sintomas os principais incluem febre, dor de cabeça, excesso de salivação, espasmos musculares, paralisia e confusão mental. "É uma doença quase sempre fatal (praticamente 100% dos casos evoluem para óbito), para a qual a melhor medida de prevenção é a vacinação pré ou pós-exposição", acrescenta a Secretaria de Saúde.

A SES-DF ainda incluiu na pasta que "o último caso diagnosticado de raiva em cães foi em 2000 e, em gatos, no ano de 2001" na capital.