Notícias » Egito Antigo

Segredo centenário: pinturas de deusa são descobertas dentro de caixão de sacerdotisa

Após 100 anos, pesquisadores retiraram a múmia egípcia de 3 mil anos de sua tumba e encontraram um notável retrato

Isabela Barreiros Publicado em 09/04/2020, às 08h30

A tumba da múmia de Ta-Kr-Hb
A tumba da múmia de Ta-Kr-Hb - Culture Perth & Kinross

No Museu e Galeria de Arte de Perth, na Escócia, pesquisadores decidiram, finalmente, após 100 anos, retirar a múmia de Ta-Kr-Hb, uma sacerdotisa ou princesa de Tebas, de sua tumba. A decisão resultou em uma incrível descoberta: dentro do caixão, foi encontrada uma pintura da deusa egípcia Imentet.

“Nunca tivemos um motivo para eleva-la tão alto para que pudéssemos ver a parte de baixo da calha e, caso levantássemos a múmia antes, não esperávamos ver qualquer coisa lá ”, confessou Mark Hall, um dos responsáveis pelas exposições do museu.

Dentro da sepultura, foi possível observar o retrato de Imentet, que se acredita ter sido uma divindade egípcia relacionada às necrópoles a oeste do Nilo. Ela é reconhecida principalmente por suas menções no Livro dos Mortos. Na pintura, ela está vestindo um vestido vermelho em um palco com braços levemente estendidos.

O segredo permaneceu oculto desde que o caixão chegou à instituição em 1936. Neste ano, conservadores decidiram que deveriam retirar a múmia do local para embrulhá-la para estabilizá-la e, ainda, para preservar o caixão, devido à grande deterioração do artefato.

"Uma das coisas principais é apenas fazer o trabalho fisicamente, para termos uma ideia melhor dos episódios que o Ta-Kr-Hb passou em termos de ladrões de túmulos e colecionadores posteriores nos tempos vitorianos, para que possamos explorar esses assuntos mais detalhadamente e compartilhar isso com o público”, completou Hall.