Notícias » Coronavírus

Segundo estudo do Reino Unido, Covid-19 pode causar perda de audição

De acordo com a coautora do estudo, Dra. Stefania Koumpa, ainda não se sabe como a Covid pode afetar a audição, mas já existem hipóteses. Confira!

Giovanna de Matteo Publicado em 15/10/2020, às 10h42

Imagem ilustrativa de uma pessoa usando máscara
Imagem ilustrativa de uma pessoa usando máscara - Pixabay

Especialistas no Reino Unido descobriram que os efeitos do Covid-19 pode causar perda de audição súbita e permanente. O problema precisa ser detectado antecipadamente para que o tratamento seja feito o mais rápido possível, a fim de reverter o quadro.

De acordo com um caso relatado na revista BMJ Case Reports, especialistas da University College London revelaram que um homem de 45 anos que já sofria de asma desenvolveu problemas a audição e surdez após ser internado em tratamento intensivo com Covid.

O homem revelou que uma semana depois de receber alta começou a ouvir um zumbido muito forte e, em seguida, ficou surdo do ouvido esquerdo. Testes subsequentes mostraram que o homem teve perda neurossensorial - quando o ouvido interno ou o nervo responsável por detectar o som se inflama ou se encontra danificado. Para esse caso foi indicado um tratamento com esteroides, que obteve sucesso parcial.

A equipe do hospital afirmou que nenhum dos medicamentos usados em seu tratamento contra o vírus poderia ter causado danos auditivos. As investigações posteriores também não mostraram nenhum sinal de condições previamente associadas à esse problema.

De acordo com a Dra. Stefania Koumpa, ainda não se sabe como o vírus pode afetar a audição, mas já existem hipóteses: “É possível que o vírus Sars-Cov-2 entre nas células do ouvido interno e provoque a morte celular e / ou faça com que o corpo libere substâncias químicas inflamatórias chamadas citocinas que podem ser tóxicas para o ouvido interno”, disse a coautora do estudo. “Os esteroides provavelmente ajudam a reduzir a inflamação e, portanto, a produção de citocinas”.

Kevin Munro, professor de audiologia da Universidade de Manchester, indicou em outra pesquisa que está investigando as causas desse problema. Ele admite que não está claro se esses diagnósticos são devidos ao próprio vírus, à resposta do sistema imunológico, ao estresse ou aos tratamentos específicos do Coronavírus.

Ele também atesta que um grande número de sobreviventes relatou uma mudança em sua audição ou zumbido, depois de ter contato com o vírus. “Acho que provavelmente haverá muitas explicações para o motivo pelo qual as pessoas relataram problemas”, disse ele.