Notícias » Coronavírus

Segundo médicos, casos de ‘flurona’ já são comuns

No Brasil, pelo menos três estados registraram casos da infecção simultânea de Covid-19 e Influenza

Penélope Coelho Publicado em 04/01/2022, às 09h36

Imagem meramente ilustrativa de vírus
Imagem meramente ilustrativa de vírus - Divulgação/Pixabay/Crissa

De acordo com especialistas da área da saúde, quadros de infecção simultânea do novo coronavírus e de Influenza já são comuns em diversos países, incluindo o Brasil.

A dupla infecção apelidada de ‘flurona’ já foi registrada em pelo menos três estados brasileiros: Ceará, Rio de Janeiro e São Paulo. De acordo com os estudiosos, a tendência é aumentar.

Segundo informações publicadas na última segunda-feira, 3, pelo portal Exame, o médico geneticista e diretor do laboratório Genetika, de Curitiba, Salmo Raskin, explica que os dados epidemiológicos sobre a condição ainda são poucos, já que os sintomas são parecidos.

Outro motivo é também a possível ausência dos dois testes para identificação dos vírus, já que na maioria das vezes ambos são realizados de maneira particular, os testes públicos ainda priorizam a identificação da Covid-19 em meio à pandemia, como revela o especialista.

De acordo com a reportagem, para Raskin a falta de análises sobre o tema dificulta no entendimento do quadro do paciente, para saber se a infecção dupla piora ou não a situação de saúde:

Sabemos que os dois vírus podem infectar, inclusive, a mesma célula. Mas como ainda não temos estudos comparando coinfectados com aqueles que foram infectados com apenas um dos dois vírus, não podemos dizer se o prognóstico é melhor ou pior", revela Salmo.