Notícias » Ciência

Sem cérebro: Organismo ‘misterioso’ é enviado para ser analisado pela estação Espacial Internacional

O ser chamado de ‘Blob’, pertence ao reino protista e fascina especialistas. Entenda!

Penélope Coelho Publicado em 12/08/2021, às 10h22

Fotografia do organismo unicelular misterioso
Fotografia do organismo unicelular misterioso - Divulgação/Audrey Dussutour /French National Centre for Scientific Research (CNRS))

Recentemente, um organismo ‘misterioso’ foi enviado para ser analisado pela Estação Espacial Internacional (ISS). Trata-se de um ser da espécie Physarum polycephalum, que não faz parte do reino animal, nem das plantas e nem dos fungos. As informações são da revista Galileu.

Segundo revelado na publicação, a criatura em questão já é motivo de curiosidade por parte de cientistas ao redor do mundo há muitos anos. Chamado de “Blob” (borrão, ou bolha na tradução para o português), o organismo pertence ao reino protista e é composto por uma única célula com diversos núcleos.

De acordo com especialistas, o ser ‘misterioso’ surgiu na Terra há aproximadamente 500 milhões de anos. Blob não possui boca, patas e nem cérebro. Sua aparência remete a uma esponja amarela. Os pesquisadores relatam que a criatura cresce e se move de maneira lenta.

Foto aproximada do organismo / Crédito: Divulgação/NASA 

 

Agora, o organismo será submetido a um experimento educacional na ISS. Para o estudo, pedaços da criatura foram lançados na nave de carga Cygnus. O ser está em estado de dormência e só deve ser “acordado” em setembro. O objetivo é entender o comportamento do organismo em microgravidade.

Em entrevista para a Agência France-Presse, Pierre Ferrand, um dos professores integrantes da pesquisa, falou sobre o caso:

"Quando a maioria dos organismos se contenta com dois tipos de sexo, o Blob tem mais de 720. É um organismo 'com gavetas' que nos diz que a vida consiste em inúmeras originalidades", afirmou.