Notícias » Entretenimento

Senadora do Tennessee afirma que Taylor Swift é 'vítima do socialismo'

Na opinião da republicana Marsha Blackburn, a cantora não apenas apoia a filosofia política, como ainda é uma 'idiota' por fazê-lo

Pamela Malva Publicado em 12/07/2021, às 16h30

Fotografia de Taylor Swift
Fotografia de Taylor Swift - Getty Images

Na última quinta-feira, 08, Marsha Blackburn, a senadora do Tennessee, nos Estados Unidos, afirmou que a cantora Taylor Swift apoia o socialismo. Em entrevista ao programa Breitbart News, a republicana ainda pontuou que, em sua opinião, a artista é uma "idiota" por ter sido "a primeira vítima" da filosofia política e econômica.

Segundo informações do Consequence, a senadora falava sobre o suposto impacto da eleição de democratas no universo da cultura da música country. Segundo a republicana, a esquerda tentaria “mudar as canções do gênero para despertar”.

“Quando converso com meus amigos músicos e artistas, digo: 'Se tivermos um governo socialista — se tivermos o marxismo — vocês serão os primeiros a serem cortados, porque o estado precisaria aprovar sua música’”, narrou a senadora.

Ao citar Taylor Swifit, com quem Blackburn já tem certo conflito, a republicana lembrou de um episódio ocorrido em 2018. Na época, a cantora criticou os posicionamentos de Marsha com relação aos direitos da comunidade LGBTQIA+ e das demais minorias.

"Taylor Swift veio atrás de mim na minha campanha de 2018. Mas, ela seria a primeira vítima disso, porque quando você olha para as sociedades marxistas e socialistas, não permitem às mulheres cantarem ou subir em um palco para entreter," afirmou a senadora. "Não permitem proteção de direitos de propriedade intelectual privada."