Notícias » Entretenimento

Série documental original da Netflix terá foco na relação entre Malcolm X e Muhammad Ali

Um deles pertencia ao mundo da política, e o outro ao dos esportes, porém os preconceitos que enfrentavam pela cor da pele os uniram

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 24/08/2021, às 16h07

Imagem mostrando ambas as personalidades de relevância
Imagem mostrando ambas as personalidades de relevância - Divulgação / Netflix

A nova minissérie documental da Netflix, que se chama “Blood Brothers” e teve seu trailer oficial lançado na semana passada, abordará a relação entre o lendário boxeador Muhammad Ali-Haj e o líder ativistaMalcolm X, dois personagens históricos negros que deixaram legados proeminentes para trás. 

A produção, que tem a data de estreia prevista para 9 de setembro, foi baseada no livro  “Blood Brothers: The Fatal Friendship Between Muhammad Ali and Malcolm X” (Ou, em tradução livre, “Irmãos de Sangue: A Amizade Fatal entre Muhammad Ali e Malcolm X), da dupla de autores Johnny Smith e Randy Roberts

Essa amizade que inspirou não só o livro, mas também a série documental de 8 episódios, é descrita pela plataforma de streaming como "improvável" — afinal, as duas figuras viviam em mundos diferentes, um envolvido na política, e outro nos esportes —, porém, a despeito disso, "verdadeira" diante do momento em que viviam. 

Outro assunto que será inevitavelmente tocado na minissérie é a Nação do Islã, um movimento político-religioso que foi ponto de discordância entre os dois protagonistas da nova produção. 

Veja o trailer abaixo.