Notícias » Arqueologia

Sistema de esgoto romano é encontrado em escavação na Turquia

Durante uma investigação arqueológica no rico distrito histórico de Sur, pesquisadores localizaram a rara construção antiga

Alana Sousa Publicado em 30/11/2020, às 14h00

Entrada do sistema de esgoto encontrado
Entrada do sistema de esgoto encontrado - Divulgação/Hasan Namlı

Na região de Amida Tumulus, localizada na província histórica de Diyarbakir, Turquia, escavações arqueológicas descobriram um sistema de esgoto romano, datado em 1.800 anos. A equipe responsável pelo achado possui 22 pesquisadores, liderados pelo professor Irfan Yıldız. A informação foi anunciada pela Agência Anadolu e divulgada pelo portal Daily Sabah.

Yıldız, que faz parte da Universidade Dicle, do Ministério da Cultura e do Turismo da Turquia, revelou alguns detalhes sobre a impressionante descoberta: o sistema romano tem aproximadamente 6,5 metros, com 75 centímetros de altura e 40 de largura; as paredes são compostas por pedras basálticas.

 “Vemos que um sistema de qualidade superior ao atual sistema de água potável e esgoto era usado na época romana há 1.800 anos", disse Irfan. Esta não é a primeira descoberta feita em escavações na região, no início do ano, no mesmo local, foram desenterrados condutos de água de quase 2 mil anos e, ainda, câmaras funerárias de 1.700 anos.

Dentro do sistema de esgoto / Crédito: Divulgação/Hasan Namlı

 

O distrito de Sur é de extrema importância para os especialistas, devido as diversas culturas que residiram lá ao longo dos anos, tais quais os povos romanos, persas, otomanos e urartianos.

Sobre arqueologia

Descobertas arqueológicas milenares sempre impressionam, pois, além de revelar objetos inestimáveis, elas também, de certa forma, nos ensinam sobre como tal sociedade estudada se desenvolveu e se consolidou ao longo da história.

Sem dúvida nenhuma, uma das que mais chamam a atenção ainda hoje é a dos egípcios antigos. Permeados por crendices em supostas maldições e pela completa admiração em grandes figuras como Cleópatra e Tutancâmon, o Egito gera curiosidade por ser berço de uma das civilizações que foram uma das bases da história humana e, principalmente, pelos diversos achados de pesquisadores e arqueólogos nas últimas décadas.