Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Brasil

'Só Deus me tira daquela cadeira', diz Bolsonaro em evento religioso

Durante a 'Marcha para Jesus', o presidente falou sobre a possibilidade de perder o mandato

Redação Publicado em 21/05/2022, às 12h54

Bolsonaro durante Marcha para Jesus - Reprodução / Redes sociais / CNN
Bolsonaro durante Marcha para Jesus - Reprodução / Redes sociais / CNN

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou para milhares de pessoas durante o evento evangélico 'Marcha para Jesus' em Curitiba, na tarde deste sábado, 21, que "só Deus" interrompe o seu mandato.

Além de conversar com os fiéis e realizar saudações de forma descontraída, ele também voltou a provocar de forma indireta os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), ao afirmar que a Constituição não estava sendo cumprida com exatidão.

É um grave erro do poder Executivo, fazer com que todo aquele que esteja fora das quatro linhas da nossa Constituição, venha para dentro da mesma", indagou em uma parte de sua fala.

Na última terça-feira, 17, Bolsonaro acionou o STF contra o ministro Alexandre de Moraes, em vias de "abuso de autoridade". Posteriormente, o pedido foi rejeitado rapidamente pelo ministro DiasToffoli.

Apelo religioso

Depois que realizou o discurso abrangendo questões parlamentares e sobre seu governo, o presidente abordou mais os assuntos relacionados com o evento.

Pertencemos à nação mais cristã do mundo. O Brasil é uma referência para o globo todo. É um país que tem vocação para o futuro, sem se descuidar do presente", disse de forma enfática.

"Nós juntos, com fé, atingiremos os nossos objetivos. É uma missão que eu tenho. E só Deus me tira daquela cadeira", complementou. A frase é uma lema de suas campanhas eleitorais desde sua vitória nas eleições de 2018.