Notícias » Brasil

Sobrevivente de queda em Capitólio faz 'vaquinha' para piloto comprar nova lancha

O veículo aquático de R$ 400 mil era a única fonte de renda do dono, que agora se sustenta como pedreiro

Wallacy Ferrari Publicado em 20/01/2022, às 09h40

Lancha destruída após queda
Lancha destruída após queda - Divulgação / Redes sociais

A fotógrafa belo-horizontina Ana Costa, 49, que ainda se recupera das múltiplas lesões causadas após a queda de uma rocha em um cânion durante um passeio de lancha em Capitólio, no sul de Minas Gerais, decidiu se mobilizar por uma campanha de arrecadação para um dos principais afetados com o incidente.

A mulher criou uma 'vaquinha' para arrecadar dinheiro para o piloto Guilherme Rodrigues de Oliveira, 30, que perdeu sua lancha com o choque de toneladas após o deslocamento da pedra. O veículo aquático era onde ela passeava com a família, sendo a única fonte de renda do homem, perdida no dia 8 de janeiro.

Ficamos muito preocupados com a situação dele, que ainda não tinha terminado de pagar a lancha e não tinha seguro também. Nós estamos bem e vivos, agora é ajudar. Fiquei pensando como ele ia continuar a vida dele? Foi daí que tivemos a ideia", afirmou a fotógrafa em entrevista ao portal de notícias G1.

O valor de uma lancha idêntica a perdida é de aproximadamente R$ 400 mil, já tendo arrecadado R$ 8 mil até a última quarta-feira, 19. Guilherme agradeceu a iniciativa da cliente, acrescentando que, enquanto não consegue arrecadar fundos para um novo barco, trabalha de pedreiro na cidade: “O resto a gente corre atrás, mas estou feliz com tudo o que eles estão fazendo por mim", concluiu o rapaz.