Notícias » Brasil

Sobrevivente do Holocausto fará bar mitzvah com 78 anos de atraso

Andor Stern, brasileiro de 91 anos que passou 13 meses em Auschwitz, viaja pelo mundo nos dias atuais

Joseane Pereira Publicado em 11/11/2019, às 11h00

Andor Stern, o único brasileiro sobrevivente do Holocausto
Andor Stern, o único brasileiro sobrevivente do Holocausto - Gustavo Amorim

Nesta segunda feira (11), Andor Stern, sobrevivente do Holocausto nascido em São Paulo, fará seu bar mitzvah - cerimônia que marca a maioridade religiosa dos garotos judeus. A celebração não ocorreu na data correta devido à sua prisão no campo de concentração de Auschwitz.

“Eu fiquei fora do mundo até 1º de maio de 1945, quando fomos libertados pelos soldados americanos. Teve gente que enlouqueceu. Outros se mataram no arame farpado. Costumo dizer que ali nasci pela segunda vez. Eu tinha 17 anos e estava pesando 28 quilos”, afirmou ele ao jornal Folha de São Paulo.

Nascido no bairro Bexiga, Stern é o único brasileiro sobrevivente ao Holocausto. Hoje em dia, ele viaja dando palestras gratuitas em instituições. “Nada pode ser tão ruim que já não tivesse sido pior. Se você é livre, você tem vida. Se você é preso, não vive. Se amem, sejam corretos e gentis com os outros, é a única condição para se sentir humano. Porque viver é um presente”, afirmou ele.