Notícias » Ciência

Sonda japonesa revela imagens da superfície de asteroide próximo da Terra

Além de divulgar as cores do corpo celeste, objeto de pesquisa ainda forneceu outras informações sobre o local de pouso

André Nogueira Publicado em 12/05/2020, às 13h21 - Atualizado às 13h22

Superfície
Superfície - Universidade de Tóquio

Uma sonda espacial que analisou o asteroide Ryugu 162173 foi capaz de coletar materiais e imagens reveladoras da superfície do corpo celeste. O aparelho JAXA Hayabusa-2 detectou que o objeto é de origem carbonácea com minerais hidratados e possui matéria orgânica.

Lançado em 2014, o equipamento astronômico chegou ao asteroide em 2018 e enviou as imagens para a agência espacial japonesa.

Crédito: Universidade de Tóquio

 

"A superfície de Ryugu é composta por dois tipos diferentes de material, um ligeiramente mais vermelho e o outro um pouco mais azul. A causa dessa variação de cor, no entanto, permaneceu desconhecida”, afirmou Tomokatsu Morota, da Universidade de Tóquio, sobre a pesquisa.

"As câmeras de bordo do Hayabusa-2 capturaram observações de alta resolução da superfície ao redor do local de pouso em detalhes excepcionais, incluindo os distúrbios causados ​​pela operação de amostragem".

Crédito: Universidade de Tóquio

 

Os cientistas ainda relatam que os propulsores da sonda perturbaram uma camada superficial de grãos do asteroide, revelando um pouco das cores debaixo da parte exterior.

"Sugerimos que um evento de avermelhamento da superfície dentro de um curto período de tempo possa ser explicado se Ryugu passasse por uma excursão orbital temporária perto do Sol, causando maior aquecimento da superfície", detalha o relatório da pesquisa.

"Esse aquecimento solar é consistente com a aparente deficiência de asteroides carbonáceos com evidência de alteração aquosa na população de asteroides próxima à Terra".