Notícias » Música

Sony Music adquire catálogo de músicas gravadas por Bob Dylan

A aquisição milionária contrasta com o direito das composições do autor, que pertence a outra gravadora multinacional

Wallacy Ferrari Publicado em 25/01/2022, às 14h00 - Atualizado às 14h28

Bob Dylan durante apresentação
Bob Dylan durante apresentação - Getty Images

A Sony Music Entertainment anunciou na tarde da última segunda-feira, 24, que adquiriu o catálogo completo de gravações já registradas do cantor Bob Dylan, incluindo as versões de estúdio dos clássicos “Blowin’ in the Wind” e “Knockin’ on Heaven’s Door”, e firmando o contrato pelos direitos e pelos direitos de lançamentos futuros.

A parceria do artista com a gravadora internacional abrange todas canções do músico desde seu primeiro lançamento, em 1962, mas não teve os valores revelados oficialmente. A revista norte-americana Variety, que revelou a venda em primeira mão, estima a negociação entre US$ 150 milhões e US$ 200 milhões.

A Sony já planeja uma reedição do catálogo Bootleg Series, iniciado em 1991 e que conta com gravações históricas do cantor. Apesar da Sony, agora, ser dona do direito de reprodução das gravações, os direitos intelectuais do autor sobre as composições já foram vendidos em dezembro de 2021, mas para uma rival da Sony. Na época, a Universal Music Publishing Group as adquiriu por US$ 300 milhões.

Dessa maneira, a Sony fica com o direito de licenciar a reprodução da música em filmes, séries ou qualquer forma onde a voz de Dylan está gravada. Contudo, se algum artista quiser gravar um cover das canções do astro ou adaptá-las a um roteiro cinematográfico, deve consultar a Universal para licenciar as composições.