Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Brasil

SP: Cratera na Marginal Tietê é completamente tampada com concreto

O desmoronamento ocorreu na terça-feira, 1, e transformou túnel de metrô em piscinão contaminado

Wallacy Ferrari Publicado em 03/02/2022, às 07h59

Imagem aérea registra cratera coberta com concreto - Divulgação / Vídeo / TV Globo
Imagem aérea registra cratera coberta com concreto - Divulgação / Vídeo / TV Globo

A cratera que acometeu duas pistas da Marginal Tietê, uma das mais importantes rodovias de São Paulo, já está próxima de ser nivelada; após o asfalto ter cedido por um rompimento de um duto subterrâneo ligado a um túnel em uma obra da Linha 6-Laranja do Metrô, o buraco foi preenchido com concreto.

A concretagem foi concluída na noite da última quarta-feira, 2, sendo confirmada na manhã do dia seguinte pela Secretaria de Transportes Metropolitanos. A Sabesp apontou que 4 mil m³ de concreto foram necessários para ocupar a abertura, que equivalem a 650 caminhões betoneira.

Além disso, contou com 12 mil m³ de pedras para auxiliar no preenchimento. Tal quantidade de material poderia ser usada para erguer seis prédios de 16 andares cada, como calculou o portal G1. Todos estes esforços e a quantidade massiva de pedras e concreto buscam desencalhar a via dentro do prazo de liberação, estimado inicialmente em até nove dias pela Prefeitura.

A cratera se abriu no lado direito da pista da Marginal Tiete na altura do bairro da Freguesia do Ó, por volta da 8h da manhã, a pista no sentido Ayrton Senna. Em análise preliminar, a causa seria um rompimento na galeria de esgoto que passa no sentido transversal ao túnel, que teria sido atingido por uma tuneladora, maquina popularmente conhecida como “tatuzão”.