Notícias » São Paulo

SP: Em dois anos, população em situação de rua aumenta em 31%

Os dados foram divulgados pela prefeitura da capital paulista

Penélope Coelho Publicado em 24/01/2022, às 11h00

Imagem meramente ilustrativa de uma pessoa na rua
Imagem meramente ilustrativa de uma pessoa na rua - Divulgação/Pixabay/TRAPHITHO

A prefeitura de São Paulo divulgou novos dados alarmantes a respeito da população em situação de rua na cidade. Segundo o levantamento, em dois anos, os casos cresceram em 31%.

Em 2019, os dados constavam que 24.344 cidadãos moravam nas ruas da cidade. Em 2021, o número foi para 31.884, segundo censo realizado pela Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, em parceria com a empresa Qualitest Ciência e Tecnologia Ltda.

De acordo com informações publicadas no último domingo, 23, pelo portal de notícias UOL, esse é o primeiro levantamento realizado sobre o tema desde que a pandemia de Covid-19 teve início. 

Segundo divulgado na reportagem, a administração municipal revelou que a quantidade de pessoas em situação de rua é “maior que o número de habitantes da maioria das cidades do Estado".

O levantamento mostrou que 70% das pessoas que vivem nessas condições na capital do estado de São Paulo são homens pretos ou pardos. 

Além disso, a quantidade de mulheres morando nas ruas também aumentou, representando 16,6% do total. Pessoas trans, travestis, agêneras e não binárias agora representam 3,1%; anteriormente, eram 2,7%.