Notícias » Personagem

Spike Lee fala sobre momentos com Chadwick Boseman na gravação de um de seus últimos filmes

"Ele não queria nenhum atalho. Não queria qualquer tratamento especial”, o astro de Pantera Negra não revelou o diagnóstico de câncer conta o diretor

Alana Sousa Publicado em 14/01/2021, às 12h15

Fotografia de divulgação do filme Pantera Negra (2018)
Fotografia de divulgação do filme Pantera Negra (2018) - Divulgação/Marvel/2018

Uma das mortes que mais abalou a indústria de Hollywood — e o mundo —, em 2020, foi a de Chadwick Boseman. O astro que deu vida ao herói Pantera Negra, do Universo Marvel, lutou durante quatro anos contra um câncer de cólon, até que em agosto do ano passado veio a óbito.

A reputação de um homem corajoso, gentil e profissional continua a ressoar entre profissionais da indústria. Agora foi a vez do renomado diretor, Spike Lee, falar sobre a experiência que teve com o artista que acumulou milhões de fãs com seu trabalho.

Lee trabalhou com Boseman em um de seus últimos filmes, Destacamento Blood. Em entrevista ao The Hollywood Reporter, o diretor revelou que Chadwick manteve o segredo de sua doença e não revelou a batalha pela qual estava passando.

“Se eu soubesse, a primeira sequência de batalha em [Destacamento Blood] é de 100 graus e tivemos os tiros em que ele tem que correr 50 metros como Usain Bolt. Quer dizer, ele tem que carregá-lo. Se ele me dissesse isso, automaticamente não iria obrigá-lo, não iria pressioná-lo o máximo que posso. Ele não queria nenhum atalho. Não queria qualquer tratamento especial”, falou Spike sobre um dos filmes em que trabalharam juntos.

Sobre o câncer, Lee afirmou que “havia um círculo muito pequeno que sabia que ele não estaria aqui por muito mais tempo, e eu entendo por que ele não queria que as pessoas soubessem”.

Em sua produção final, A Voz Suprema do Blues, o protagonista de Pantera Negra continuou a dedicar tudo de si. O diretor George Wolfe também relembrou a bravura do ator. “Não sabia absolutamente nada. Não tinha noção disso. Ele fazia takes e takes de momentos emocionais profundos e crus. Há um momento no filme em que ele arromba a porta e chuta com tanta violência que a porta se estilhaça e temos que descobrir como montá-la. Cada coisa que ele estava fazendo tinha esse nível incrivelmente intenso de comprometimento”, finalizou.

Sobre Chadwick Boseman

Nascido em 29 de novembro de 1976, nos Estados Unidos, Chadwick Aaron Boseman, foi um ator, diretor e roteirista norte-americano. O artista ficou conhecido por seus papéis nos filmes Get on Up - A História de James Brown (2014) e Pantera Negra (2018).

O astro morreu em 28 de agosto deste ano, aos 43 anos de idade, após lutar durante quatro anos contra um câncer de cólon.