Notícias » Spotify

Spotify se pronuncia após criticas por conteúdo falso sobre covid-19

Artistas haviam retirado suas músicas da plataforma depois de polêmica com podcast negacionista

Paola Orlovas, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 31/01/2022, às 13h01

Logo da plataforma
Logo da plataforma - Getty Images

O co-fundador do Spotify, Daniel Ek, publicou uma carta aberta após polêmica envolvendo um podcast que espalhava notícias falsas sobre a covid-19 não ser retirado da plataforma. No documento, Ek fala sobre o que será feito pelo Spotify para remediar a situação:

Pessoalmente, existem diversos indivíduos e visões no Spotify que eu discordo fortemente. Sabemos que temos um papel crítico em apoiar a expressão dos criadores enquanto equilibramos isso com a segurança dos nossos usuários. Nessa situação, é importante que não nos adotemos a posição de censura ainda que mantendo regras e consequências para quem as quebra", escreveu Ek.

A carta também falou diretamente sobre o podcast  "The Joe Rogan Experience", que já chegou a divulgar tratamentos não eficazes contra a covid-19 e desestimulou a vacinação, segundo o portal de notícias UOL. 

Agora, a ideia da plataforma é deixar as regras do Spotify mais acessíveis para criadores e usuários, além de fazer com que elas sejam mais claras. A carta também expressa que a empresa buscará incentivar ações de combate à desinformação: 

Vamos adicionar um aviso em qualquer episódio de podcast que inclua discussões sobre a covid-19, direcionando os ouvintes a informações e dados atualizados por cientistas, acadêmicos e autoridades médicas ao redor do mundo, além de links para fontes confiáveis. É o primeiro desse tipo em qualquer plataforma de podcast", disse a carta de Daniel Ek.