Notícias » Estados Unidos

Subsecretário de Estado afirma que EUA poderia responder com armas nucleares a possível batalha espacial

De acordo com a autoridade, o país sempre deixou claro de que não iria excluir a utilização de tais armamentos em resposta a um ataque severo

Nicoli Raveli Publicado em 07/04/2020, às 17h30 - Atualizado às 18h00

Christopher Ford, subsecretário de Estado Adjunto para Segurança Internacional e Não-Proliferação
Christopher Ford, subsecretário de Estado Adjunto para Segurança Internacional e Não-Proliferação - Divulgação

Recentemente, Christopher Ford, subsecretário de Estado Adjunto para Segurança Internacional e Não-Proliferação, afirmou que os Estados Unidos poderiam responder com armas nucleares a um ataque contra os componentes de seu suporte espacial.

"Nossos potenciais adversários precisam saber que não há nada diferente neste sentido quanto a nenhum componente da infraestrutura espacial dos EUA: se o atacarem, estão nos atacando", afirmou Ford.

O subsecretário acrescentou ao dizer que as autoridades sempre deixaram claro de que não iriam excluir a utilização de armas nucleares em resposta a um ataque severo. De acordo com a política do país, o estado de Wahington poderia utilizar armamento nuclear em circunstâncias extremas a fim de defender os interesses dos Estados Unidos.

"Qualquer interferência prejudicial ou ataque contra componentes de nossa infraestrutura espacial, em qualquer momento, mesmo que seja realizado com armas não nucleares, poderia ser considerado como um ataque estratégico significativo não nuclear, e levaria a uma escalada significativa e potencialmente drástica de uma crise ou conflito".