Notícias » Europa

Suíça aprova implantação de passaporte sanitário de Covid-19, após nova variante

A lei foi aprovada em um referendo votado pela população no último domingo, 28

Paola Orlovas, sob supervisão de Penélope Coelho Publicado em 29/11/2021, às 14h40

Placa orientando o uso de máscaras em Zurique
Placa orientando o uso de máscaras em Zurique - Getty Images

Uma nova lei que implantará o passaporte sanitário de Covid-19 na Suíça foi aprovada por meio de um referendo no último domingo, 28. A medida foi votada após a chegada da variante Ômicron no continente europeu e de embates com negacionistas dentro do país.

As primeiras estimativas, publicadas ainda no domingo, 28, pelo instituto de pesquisas gfs.bern, diziam que a lei teve o apoio de 63% dos eleitores. A margem de erro, segundo a AFP, seria de 3%.

O apoio já era previsto por outras pesquisas, mas, os opositores da vacina e de passaportes sanitários suíços deixaram a polícia do país em alerta: antecipando manifestações, a praça em frente à sede do governo e do parlamento em Berna foi bloqueada pelo governo.

O país, assim como outras nações europeias, como a Áustria e a Holanda, vem sofrendo com protestos violentos. Além disso, políticos que apoiam medidas para combater a Covid-19 — entre eles Alain Berset — o ministro da saúde da Suíça, estão recebendo ameaças de morte.