Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Europa

Suíça não proibirá testes em animais

Eleitores do país votaram proposta feita por ativistas dos direitos animais em um referendo durante o último domingo, 13

Paola Orlovas, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 14/02/2022, às 15h47

Imagem ilustrativa - Getty Images
Imagem ilustrativa - Getty Images

Eleitores suíços votaram uma proposta feita por ativistas dos direitos animais em um referendo realizado no último domingo, 13. A proposta foi rejeitada, mas caso fosse aceita, faria com que a Suíça se tornasse a primeira nação a proibir experimentos feitos em animais.

Na votação, segundo dados do governo, apenas 21% dos eleitores suíços foram a favor da proibição de experimentos em animais, enquanto os outros 79% foram contra. As informações são da Reuters.

Para os apoiadores da proposta, os testes em animais são antiéticos e não são necessários. Dentro do país, segundo a Reuters, há um grande lobby de empresas farmacêuticas que pensam que a proibição poderia gerar danos econômicos. 

Rene Buholzer, CEO do grupo de lobby Interpharma, se expressou sobre a decisão dos eleitores, dizendo: “Estamos contentes com a rejeição clara dessa iniciativa danosa. Mostra que a população suíça reconhece o papel central da pesquisa para a saúde das pessoas e para a prosperidade na Suíça”.

Outra votação, que também ocorreu no último domingo, 13, aprovou restrições mais duras a propagandas de tabaco, com 57% votos a favor contabilizados. Agora, elas serão proibidas em jornais, cinemas, internet, eventos e outdoors.