Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Astronomia

Superlua dos Cervos: Fenômeno ocorrerá nesta quarta-feira, 13

Condições astronômicas curiosas irão contribuir para tornar a noite de 13 de julho mais iluminada que outras

Ingredi Brunato, sob supervisão de Fabio Previdelli Publicado em 12/07/2022, às 15h06

Fotografia meramente ilustrativa da lua - Divulgação/ Pixabay/ yklimphoto
Fotografia meramente ilustrativa da lua - Divulgação/ Pixabay/ yklimphoto

Na noite da próxima quarta-feira, 13, ocorrerá um fenômeno astronômico conhecido popularmente como "superlua", em que o satélite adquire uma aparência particularmente grande no céu. 

A ocorrência curiosa acontece quando a Lua cheia coincide com a passagem do corpo celeste por uma região de sua órbita conhecida como "perigeu". É neste trecho da trajetória do satélite pelo espaço em que ele fica mais próximo da Terra. 

Evento astronômico

Vale lembrar que a combinação entre a fase lunar e localização orbital privilegiada já ocorreu antes esse ano: em 14 de junho, quando tivemos a Superlua de Morango, que rendeu inúmeras fotografias de tirar o fôlego do corpo celeste. 

Desta vez, contudo, a ocasião será ainda mais especial, uma vez que o satélite estará mais próximo do que antes, a 'apenas' 357.263 quilômetros de nosso planeta. 

A chamada Superlua dos Cervos ganhou esse nome em referência à época em que a galhada desses animais volta a crescer, um evento celebrado por tribos indígenas canadenses, conforme informações repercutidas pelo G1. 

Restante de julho

Para os entusiastas de astronomia, ainda existem outras duas ocasiões curiosas que ocorrerão neste mês de julho.

A primeira é a aproximação do cometa K2 da Terra já na quinta-feira, 14 de julho — é preciso destacar, contudo, que embora a rocha espacial tenha chamado atenção por seu tamanho considerável, não será visível a olho nu, apenas através de um telescópio. 

O último fenômeno, por sua vez, poderá ser observado por qualquer um, que é a chuva de meteoros Delta Aquáridas Astrais, um evento que alcançará seu auge entre 28 e 29 de julho, povoando o céu com aquilo que chamamos popularmente de "estrelas cadentes".