Notícias » Estados Unidos

Suspeito de assassinato é solto erroneamente e polícia americana inicia buscas

Christopher Buggs, de 26 anos, foi acusado de balear um homem no Brooklyn, em 2018

Fabio Previdelli Publicado em 11/03/2021, às 12h00

Prisão de Rikers Island
Prisão de Rikers Island - Getty Images

Na última segunda-feira, 8, um suspeito de assassinato foi libertado da prisão, em Nova York. Acontece que a decisão foi um engano e, agora, as autoridades norte-americanas estão a caça novamente do sujeito. As informações são da BBC Internacional.  

Desde 2018, Christopher Buggs, de 26 anos, aguardava um julgamento na prisão de Rikers Island. Ele é acusado de causar um tiroteio e assassinar um homem no Brooklyn. Acontece que sua libertação não passou de um erro burocrático das autoridades.  

Com isso, a Força-Tarefa Conjunta de Fugitivos está tentando localizá-lo e até mesmo divulgaram uma fotografia do suspeito. Porém, as autoridades fizeram um alerta para que as pessoas não se aproximem dele.  

"Estamos cientes desse incidente e uma investigação completa sobre como isso aconteceu está em andamento", disse o vice-comissário de Informação Pública do Departamento de Correções, Peter Thorne, em um comunicado, que foi citado pela CBS News.  

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, disse que o erro aconteceu porque Buggs foi sentenciado a 30 dias de prisão em outro caso, que acabou sendo confundido com o julgamento de assassinato. Isso levou a equipe a libertá-lo. 

"Vamos colocar salvaguardas adicionais para garantir que isso nunca aconteça novamente. É muito frustrante", disse de Blasio na quarta-feira, 10. “As autoridades estão confiantes de que encontrarão Buggs em breve”, acrescentou.