Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Brasil

Suspeito de crime no DF teria sido amigo de Lázaro Barbosa

Jeferson Barbosa dos Santos é apontado como assassino de mãe e filha em um córrego no Distrito Federal, cujos corpos foram encontrados em 20 de dezembro

Redação Publicado em 07/02/2022, às 11h42

O suspeito Jeferson Barbosa dos Santos e o serial killer Lázaro Barbosa - Divulgação/Polícia Civil
O suspeito Jeferson Barbosa dos Santos e o serial killer Lázaro Barbosa - Divulgação/Polícia Civil

Uma investigação da polícia apontou Jeferson Barbosa dos Santos, suspeito de assassinar mãe e filha em um córrego em Sol Nascente, no Distrito Federal, em dezembro do ano passado, como amigo do serial killer Lázaro Barbosa.

Barbosa causou uma grande caçada policial em 2021 que durou 20 dias após cometer uma série de crimes no DF e em Goiás. O caso gerou enorme repercussão nacional e o criminoso foi morto pelas autoridades durante uma troca de tiros.

O crime do qual Santos é acusado aconteceu no mesmo córrego onde Lázaro matou Cleonice Marques, em junho de 2021. Shirlene Ferreira da Silva, de 48 anos, grávida de quatro meses, levou 37 facadas e Tauane Rebeca da Silva, de 14, foi estrangulada, além de esfaqueada.

De acordo com o delegado Thiago Peralva, adjunto da 19ª DP, o suspeito morava na mesma região em que ocorreu o crime e era conhecido pela amizade com Lázaro, com quem trabalhou em serviços de carroceria, reciclagem e capinagem. Ainda segundo a investigação, é possível que os dois tenham cometido crimes juntos, como roubos e furtos.

“Eles não tinham apenas o mesmo sobrenome, mesmo sem serem parentes. Tinham essa relação de amizade. Testemunhas dizem que eram envolvidos em crimes praticados na região”, explicou Peralva, segundo o jornal O Globo.

Ele continuou: “Um dos celulares encontrados com o irmão do autor, inclusive, foi roubado pelo Lázaro. Ao longo das investigações, várias testemunhas trouxeram essa informação para nós”.

“[Jeferson] é conhecido por ser uma pessoa problemática. É usuário de drogas. Além disso, o comportamento dele após o crime demonstra que teve envolvimento na morte delas. Agora, como realmente aconteceu de fato, isso só ele poderá dizer”, acrescentou.

O homem, que já tem uma anotação criminal por lesão corporal no Distrito Federal, responderá por homicídio qualificado, aborto e ocultação de cadáver.