Notícias » Brasil

Suspeito de ter financiado assalto em Araçatuba é apreendido

Três pessoas morreram e cinco ficaram feridas durante a ação criminosa ocorrida no último dia 30

Redação Publicado em 08/09/2021, às 08h51

Câmeras registraram a ação
Câmeras registraram a ação - Divulgação/TV Globo

De acordo com informações fornecidas pela Polícia Civil, na madrugada desta quarta-feira, 8, um homem que pode ser ter financiado o mega-assalto em Araçatuba foi apreendido. Paulo César Gabrir, de 33 anos, possui passagens por roubo e homicídio e estava em Sorocaba no momento de sua prisão. 

Segundo o G1, os Agentes do Departamento de Investigações Criminais acreditam que ele possa ser o diretor financeiro da estrutura que permitiu a ação criminosa ocorrida no último dia 30, a qual resultou em três mortos e cinco feridos.

Além disso, os policiais informaram que, junto ao suspeito, foram apreendidos dois carros de luxo e documentos relacionados ao crime organizado, sendo estes últimos provas de que ele realizava atividades em vários estados.

Aos agentes, Paulo César chegou a declarar, ainda que de maneira informal, que a logística do ataque teria custado 600 mil reais.

Além dele, as autoridades prenderam outras duas pessoas: a esposa do possível financiador, Michele Maria da Silva, de 40 anos, e Emerson Henrique Dias, de 25. Enquanto a primeira estava foragida por envolvimento com o tráfico de drogas, o segundo possui passagens por roubo. Conforme a polícia, os três envolvidos foram autuados por organização criminosa.