Notícias » Brasil

Suspeitos de crimes em Araçatuba são 'encurralados na cana', diz prefeito

A cidade no interior de São Paulo sofreu com uma inusitada onda de assaltos na madrugada desta segunda-feira, 30

Pamela Malva Publicado em 30/08/2021, às 17h00

Imagem meramente ilustrativa de viatura policial
Imagem meramente ilustrativa de viatura policial - Divulgação/ Pixabay/ diegoparra

Na madrugada desta segunda-feira, 30, moradores de Araçatuba, em São Paulo, foram surpreendidos por uma sequência de crimes. Agora, segundo Dilator Borges, o prefeito da cidade, os suspeitos do caso estão “encurralados” em uma plantação de cana.

Acontece que, usando reféns como escudos humanos, a quadrilha roubou ao menos três agências bancárias. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, já foram registrados três mortos, quatro feridos e dois presos durante a operação.

Uma das vítimas machucadas, inlusive, é um jovem ciclista atingido pelos explosivos que foram utilizados durante o roubo. Aos 25 anos, ele teve seus dois pés amputados pela explosão. Os oficiais, inclusive, suspeitam que ainda existem mais explosivos espalhados por cerca de 20 pontos do município.

“Temos a informação de que eles estão encurralados na cana, nas matas às margens do rio”, narrou Borges, inquieto com a situação. “De repente vem esses bandidos não sei de onde e planejam esse transtorno, tiram vidas de trabalhadores, criam caos. Em breve, acredito que em poucas horas, [a polícia] vai pegar uma boa parte deles.”

Agora, a Polícia Militar pede que os moradores de Araçatuba não saiam de suas casas até que o caso seja solucionado. Enquanto isso, as ruas da cidade foram isoladas, as aulas da segunda-feira foram canceladas e os transportes públicos acabaram suspensos.