Notícias » Afeganistão

Talibã celebra saída das tropas norte-americanas do Afeganistão: ‘É uma lição para outros invasores’

Recentemente, o grupo extremista retomou o poder da capital do país, após 20 anos

Penélope Coelho Publicado em 31/08/2021, às 07h46 - Atualizado às 09h29

Afeganistão em 2006
Afeganistão em 2006 - Getty Images

De acordo com informações da agência de notícias AFP, publicadas na manhã desta terça-feira, 31, pelo portal UOL, após a retirada completa dos soldados norte-americanos do Afeganistão, depois de 20 anos de conflitos, o grupo extremista Talibã comemorou o ocorrido.

Desde os ataques terroristas de 11 de setembro nos Estados Unidos, tropas do país se instalaram no país asiático. Ao assumir a presidência, Joe Biden, decidiu por continuar o plano do governo anterior, de Donald Trump, para retirar seus soldados do local.

Segundo revelado na reportagem, o porta-voz do grupo, Zabihullah Mujahid, celebrou a retirada dos combatentes estadunidenses:

"Felicitações ao Afeganistão [...] Esta vitória pertence a todos nós [...] Esta é uma grande lição para outros invasores e para nossas futuras gerações. Também é uma lição para o mundo [...] É um dia histórico, um momento histórico e estamos muito orgulhosos", disse Zabihullah.

Sabe-se que o Talibã retomou o poder da capital do país, Cabul, no dia 15 de agosto. Na ocasião, o grupo derrubou o governo do Afeganistão com um posicionamento ofensivo.

Desde então, com medo da represália por parte do grupo extremista, afegãos se aglomeravam no aeroporto de Cabul, na desesperada tentativa de deixar o país em meio ao caos.