Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Espaço

Telescópio Hubble fotografa três galáxias colidindo

O fenômeno, chamado de ‘tripla fusão galáctica’, é um dos possíveis futuros distantes da Via Láctea, revelam especialistas

Pedro Paulo Furlan, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 21/02/2022, às 17h28

Foto do Telescópio Hubble retratando três galáxias colidindo - Divulgação / NASA
Foto do Telescópio Hubble retratando três galáxias colidindo - Divulgação / NASA

Artificial e não tripulado, o Telescópio Hubble fica em um satélite que orbita a Terra desde 1990 e tira algumas das fotos do universo com a maior qualidade, contribuindo imensamente para o estudo do espaço além do nosso planeta. Recentemente, uma fotografia do Hubble retratou um fenômeno chocante e muito interessante.

Comuns para todas as galáxias, inclusive a Via Láctea, a ‘tripla fusão galáctica’ é um evento imenso no universo, que acontece quando três galáxias são forçadas a colidir, devido a suas forças gravitacionais que as puxam para perto e as empurram para longe. A foto do telescópio conseguiu capturar o momento em que as três estavam ‘unidas’.

Se trata de algo que acontece em todas as galáxias e resulta em um momento feliz para o universo, trazendo a novidades para o espaço, por mais que seja um fenômeno violento. Quando as três colidem, o encontro une o gás galáctico e este material se condensa, e, vindas deste aspecto, novas estrelas se formam.

A Via Láctea pode vir a passar por algo parecido com a galáxia Andrômeda em um futuro distante, com previsão para acontecer daqui a mais de quatro bilhões de anos. 

Com uma distância de aproximadamente 681 milhões de anos-luz da Terra, a ‘tripla fusão galáctica’ foi nomeada IC 2431 e faz parte da constelação de Câncer.


**Com informações da Live Science.