Notícias » Coreia do Norte

Temendo uma "nuvem de Covid-19" da China, Coreia do Norte pede que população fique em casa

Segundo a imprensa controlada pelo Estado, uma "tempestade de poeira" chinesa poderia representar perigo

Redação Publicado em 23/10/2020, às 16h25

Fotografia de Kim Jong-un
Fotografia de Kim Jong-un - Getty Images

O regime controlado pelo ditador Kim Jong-un realizou uma convocação para que os habitantes da Coreia do Norte permanecessem dentro de suas residências, para supostamente se protegerem de uma "tempestade de poeira" da China. As informações são dos veículos de comunicação locais, que nesse caso são controlados pelo Estado.

Como revelado pelo portal e notícias UOL, de acordo com o site NK News, na última quinta-feira, 22, as ruas da capital Pyongyang estavam desertas, o que dá indícios de que a convocação de Kim contra a suposta "nuvem de poeira amarela da China", foi cumprida pela população.

No comunicado oficial, a Coreia do Norte — país que afirma não registrar casos do novo coronavírus—, disse através da mídia estatal que o "pó amarelo" contém "ingredientes nocivos" e que "atua diretamente sobre o sistema respiratório humano”.

No trecho publicado no jornal Rodong Sinmun, a pandemia é citada: "Tendo em conta a situação atual de que a nova infecção por coronavírus continua a se propagar pelo mundo, e os dados de que vírus malignos podem ser transferidos mesmo por via aérea, a necessidade de lidar conscientemente com o fenômeno do pó amarelo e de tomar medidas minuciosas está a se tornar mais proeminente", revelou.