Notícias » Egito Antigo

Templo egípcio de 2 mil anos é encontrado durante obras nas margens do Rio Nilo

O lugar teria sido construído durante o reinado de Ptolomeu IV e seria uma homenagem ao deus egípcio da fertilidade

Fabio Previdelli Publicado em 07/10/2019, às 11h07

Inscrição encontrada em templo religioso egípcio
Inscrição encontrada em templo religioso egípcio - Reprodução

Trabalhadores da construção civil que faziam escavações para a implementação de uma rede de esgotos, na cidade egípcia de Tama, descobriram algo inacreditável: um templo de 2.200 anos da dinastia de Ptolomeu IV.

Segundo o Ministério de Antiguidade do Egito, a construção foi interrompida imediatamente para que os arqueólogos pudessem averiguar o local, próximo às margens do Rio Nilo. Até agora, foram encontradas algumas paredes que possuem decorações dedicadas a Hopi, deus egípcio da fertilidade e a quem os antigos egípcios prestavam homenagens e faziam oferendas para que a colheita fosse abundante.

Arqueólogos escavando o local / Crédito: Reprodução


Algumas das gravuras mostram Hopi carregando oferendas enquanto era cercado por pássaros e outros animais. Além disso, hieróglifos mencionam Ptolomeu IV, o que pode indicar que ele foi responsável pela construção do templo religioso.

Registros históricos dão conta de que o reinado de Ptolomeu IV não foi bem-sucedido, já que o faraó estava mais interessado em festejar e fingir ser um artista do que administrar um reino. Ele supostamente terceirizou a maior parte de seu trabalho e por pouco não perdeu o território de Celessíria (atualmente a região abrange partes do Líbano e da Síria) para rivais do Império Selêucida.

Busto de Ptolomeu IV / Crédito: Wikimedia Commons


Os ptolomeus eram gregos macedônios que governaram o Egito de 305 a.C. a 30 a.C., assumindo frequentemente os símbolos reais e religiosos de antigos governantes egípcios. A monarca mais famosa dessa dinastia foi Cleópatra, que governou de 51 a.C até 30 a.C. Após sua morte, o Egito se tornou uma província do Império Romano.