Notícias » Rússia

Terceira maior Catedral Ortodoxa da Rússia terá mosaicos com imagens de Stalin e Putin

O templo que será dedicado às forças armadas russas deve ficar pronto nesse mês

Penélope Coelho Publicado em 01/05/2020, às 11h20

Josef Stalin e Vladimir Putin, respectivamente
Josef Stalin e Vladimir Putin, respectivamente - Wikimedia Commons

De acordo com informações divulgadas pela AFP, o mais novo templo ortodoxo da Rússia está sendo construído com a pretensão de ser um dos maiores do país, no entanto, o local vem chamando a atenção da imprensa ao redor do mundo, devido às imagens e personalidades que serão cultuadas lá dentro.

Os rostos do presidente da Rússia Vladimir Putin, do ditador Josef Stalin e do ministro da Defesa russo, Sergey Shoigu, estão pintados em mosaicos enormes na igreja. O local será dedicado às forças armadas do país. Diversos membros da política antiga e atual da Rússia, estão representados na igreja, incluindo mosaicos sobre a trágica Guerra da Crimeia.

Mosaico com figuras politicas representadas dentro de Catedral Ortodoxa , na Rússia / Crédito: Divulgação 

 

O fato está causando espanto para muitos russos ortodoxos e religiosos no geral,  que estranharam a atitude, já que muitos deles não foram poupados nos tempos da Segunda Guerra Mundia.

Para o reitor do templo, Stefan Klinsky, as representações são normais: "Essa tradição sempre existiu ao retratar cenas históricas. Entende-se que um desses eventos significativos foi à adesão da Crimeia. Os membros do governo, que estarão representados no país, participaram dessa adesão”, afirmou o homem ao jornal RBC.

A inauguração da catedral, construída nos arredores de Moscou, está marcada para o dia 9 de maio, data de comemoração da vitória sobre o Exército nazista. Porém, devido à pandemia de coronavírus, as celebrações estão suspensas.