Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Europa

Terrorista responsável por ataque em Utoya continuará preso

A Justiça da Noruega tomou a decisão na última terça-feira, 1º

Paola Orlovas, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 02/02/2022, às 16h09

Memorial em homenagem a aqueles que morreram em Utoya, em 2011 - Getty Images
Memorial em homenagem a aqueles que morreram em Utoya, em 2011 - Getty Images

A Justiça norueguesa decidiu, na última terça-feira, 1º, que Anders Breivik, terrorista de extrema-direita, continuará preso. O assassino matou 77 pessoas em Utoya e Oslo em 2011, e a sua defesa pedia por liberdade condicional. 

Breivik foi condenado a pena mais severa da Noruega, tendo que cumprir 21 anos de prisão. A sua pena ainda pode ser estendida indefinidamente, e o terrorista nunca demonstrou arrependimento e ainda disse que defenderia o nazismo “até sua morte”.

A defesa do assassino, no entanto, já recorreu diversas vezes, dando o “tratamento desumano” que ele recebe na prisão de máxima segurança de Skien como justificativa. Anders Breivik é o único preso dentro do local, que conta com equipamentos eletrônicos e uma sala de estudos, segundo a Ansa.

Os assassinatos violentos feitos por Breivik são considerados os mais violentos em seu país desde o fim da Segunda Guerra Mundial. Ele começou os ataques em 22 de julho de 2011, explodindo um carro bomba e matando oito, depois indo até a ilha de Utoya, onde usou um uniforme de polícia e identificação falsa para entrar em um acampamento, matando 69 pessoas.