Notícias » Arqueologia

Tesouro roubado com 271 artefatos é encontrado por iniciante com detector de metais

Contendo relíquias egípcias, romanas e medievais, os artefatos estavam avaliados em cerca de 41 mil reais

Alana Sousa Publicado em 24/05/2021, às 12h30

Itens encontrados na Inglaterra
Itens encontrados na Inglaterra - Divulgação//Facebook/West Mercia Police

Um inglês, chamado Charles Cartwright, estava estreando seu detector de metais quando se deparou com um tesouro valioso em um campo em Doddenham, na Inglaterra. Para a sua surpresa, seu equipamento estava indicando a presença de 271 artefatos.

Roubados de uma casa em 2017, os itens ficaram enterrados por quatro anos antes de serem encontrados. O tesouro impressionante guarda relíquias da Roma Antiga, dos vikings, do Egito Antigo, da Idade Média e até mesmo da Idade do Bronze.

Parte do tesouro encontrado em campo da Inglaterra / Crédito: Divulgação//Facebook/West Mercia Police

 

Avaliado em 5,5 mil libras, algo em torno dos 41 mil reais, Cartwright nem pensou no valor quando decidiu contatar a polícia e devolver os artefatos ao antigo dono. Escondidos dentro de uma sacola de supermercado, os itens foram entregues à polícia de West Mercia, conforme relatou o Daily Mail.

 “Foi incrível encontrar algo tão antigo na minha primeira tentativa e minha prioridade era devolvê-los à polícia o mais rápido que pudesse”, afirmou o sortudo ao Daily Mail. “Foi um verdadeiro privilégio ter algo tão antigo e histórico em minhas mãos, mesmo que apenas por algumas horas. Eles poderiam ter ficado lá por mil anos se eu não tivesse passado com o detector de metais, foi uma sorte incrível”.

O proprietário do tesouro foi encontrado antes que as peças fossem encaminhadas para um museu. Preferindo manter sua identidade preservada, ele relatou o ocorrido: “Estou tão contente de receber esses itens de volta, nós mesmos tínhamos residido que não os receberíamos de volta, pois eles já estavam fora há tanto tempo, você simplesmente nem pensa mais sobre eles serem devolvidos”.

Sobre arqueologia

Descobertas arqueológicas milenares sempre impressionam, pois, além de revelar objetos inestimáveis, elas também, de certa forma, nos ensinam sobre como tal sociedade estudada se desenvolveu e se consolidou ao longo da história. 

Sem dúvida nenhuma, uma das que mais chamam a atenção ainda hoje é a dos egípcios antigos. Permeados por crendices em supostas maldições e pela completa admiração em grandes figuras como Cleópatra e Tutancâmon, o Egito gera curiosidade por ser berço de uma das civilizações que foram uma das bases da história humana e, principalmente, pelos diversos achados de pesquisadores e arqueólogos nas últimas décadas.