Notícias » Pandemia

Trabalhando em meio à pandemia, jornalista é alvo de frases racistas

Sima Kotecha expressou seu repúdio em sua rede social e pediu desculpas aos convidados e telespectadores pelo ocorrido

Paola Churchill Publicado em 12/05/2020, às 10h55

A repórter Sima Kotecha
A repórter Sima Kotecha - Divulgação/Twitter

Sima Kotecha, renomada jornalista britânica da BBC, participava de uma transmissão ao vivo na noite de ontem, 11, para analisar o discurso de Boris Johnson, o primeiro ministro do país. Tudo ocorreu bem, até que um homem começou a gritar com ela e seus convidados.

Ele começou a berrar frases racistas contra a repórter, que não estava fazendo nada além de seu trabalho. Através de sua conta oficial no Twitter, Sima se mostrou abalada e pediu desculpas aos seus telespectadores e convidados pelo terrível ocorrido.

"Desculpas aos nossos convidados que tivemos que mandar para casa sem colocar no ar depois que eu e a equipe fomos submetidos a comportamentos racistas e abusivos - obstrução triste de relatar uma crise nacional. Sim, estou furiosa”, afirmou em um post.

As injúrias raciais aconteceram em Leicester, na Inglaterra, e as autoridades locais já estão trabalhando no caso. 

A Inglaterra é o quarto país com o maior número de casos da COVID-19, chegando a mais de 223 mil britânicos infectados e 32 mil mortes. No mundo inteiro, os casos confirmados da doença ultrapassam quatro milhões de pessoas e as vítimas fatais, mais de 286 mil.