Notícias » Colômbia

Traficantes utilizam submarino para traficar drogas pelo Pacífico

De acordo com o comandante responsável pela investigação, os colombianos traficam 80% das drogas ilícitas pelo mar

Nicoli Raveli Publicado em 23/03/2020, às 18h00

Submarino no Pacífico
Submarino no Pacífico - Pixabay

Narcotraficantes da Colômbia têm usado submarinos caseiros para transportar drogas até os Estados Unidos e, em outros casos, até para a Europa. Em 2019, mais de 30 embarcações foram encontradas e apreendidas no Pacífico.

De acordo com Hernando Enrique Mattos Dager, comandante da força-tarefa intitulada Poseidon, o transporte marinho é o mais prático para os cartéis. "Grandes quantidades de cocaína são transportadas pelo mar. É muito mais fácil levar uma tonelada de cocaína pelo mar do que de avião, porque há ais verificações de fretes nos aeroportos". Ele também acrescentou ao dizer que 80% das drogas ilícitas do país são transportadas pelo Pacífico.

Sumarico Caseiro encotnrado pelo comandante Dager / Crédito: Divulgação 

 

Esses submarinos são fabricados em locais secretos e é raro que sejam detectados pelos radares das patrulhas marinhas, já que navegam nivelados a superfície do mar. Sem uma identificação, eles podem chegar até a America Central em cerca de três dias. Os tripulantes, que recebem até 50 mil reais, são indicados a abrirem válvulas de escape para deixar que a embarcação afunde, caso sejam interceptados pelas autoridades.

Ainda de acordo com Dager, os submarinos também contribuíram para o aumento do tráfico de maconha e têm evoluído seus métodos para não serem apreendidos, como a utilização de tubos que são fixados nos cascos dos navios.