Notícias » Brasil

Transportes Metropolitanos participam de campanha contra a LGBTfobia

Nos próximos dias, quem anda de ônibus e metrô pela cidade de São Paulo poderá ver diversas peças que destacam as conquistas e as lutas da comunidade LGBTQIA+

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 17/05/2021, às 16h45

Fotografia de bandeira LGBT exibida na Estação da Sé
Fotografia de bandeira LGBT exibida na Estação da Sé - Divulgação / Secretaria dos Transportes Metropolitanos

Nesta segunda-feira, 17, que é o Dia Internacional de Luta contra a LGBTfobia, foi lançada a campanha "17 de maio - Um dia de luto e de luta!", que irá decorar diversos ambientes dentro da rede de transporte metropolitano com peças artísticas que fazem releituras de quadros clássicos para aumentar a consciência a respeito da comunidade LGBT+. 

Estão participando da campanha as estações de Metrô, os trens da CPTM, Linha 4-Amarela e Linha 5-Lilás, e ainda ônibus gerenciados pela EMTU. 

"Ajudar a levar a mensagem contra a homofobia para os milhões de passageiros que usam nossos trens e ônibus é uma forma de manifestar nosso total apoio à causa LGBTI e mostrar que somos contra qualquer forma de discriminação", comentou Alexandre Baldy, que é o secretário dos Transportes Metropolitanos.

O projeto foi criado pela Coordenação de Políticas para LGBTI+ da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC) e contou com a colaboração do Museu da Diversidade Sexual e também do Governo de São Paulo. Já o criador das peças que serão exibidas para os passageiros é o artista gráfico Beto Cavalcante

Vale comentar ainda que as obras têm o objetivo não apenas de celebrar as conquistas da comunidade, mas também de expor o preconceito sistêmico que ela ainda precisa enfrentar hoje.