Notícias » Estados Unidos

Tribunal de Nova York condena cantor R. Kelly por tráfico sexual

O esquema criminoso do norte-americano teria durado quase três décadas

Penélope Coelho Publicado em 28/09/2021, às 07h54 - Atualizado às 08h58

R. Kelly, em 2019
R. Kelly, em 2019 - Getty Images

Na tarde da última segunda-feira, 27, durante julgamento, um tribunal federal de Nova York, nos Estados Unidos, condenou o cantor norte-americano, R. Kelly, de 54 anos, por tráfico sexual de mulheres e de menores de idade. As informações são do UOL.

A condenação do artista foi confirmada através do Twitter oficial do gabinete. O homem foi considerado culpado em oito acusações de tráfico sexual e também por atividade criminal organizada.

Até o momento, a sentença de R. Kelly ainda não foi definida, mas, sabe-se que o homem poderá ficar preso por décadas. A definição ocorrerá somente em maio de 2022.

O norte-americano — que fez sucesso na música na década de 1990 — foi denunciado como o líder de um esquema ilegal que aliciava mulheres e menores de idade para atividades sexuais e produção de pornografia, por quase 30 anos.

Desde o início da década de 2000 passaram a surgir denúncias a respeito da má conduta do cantor. No ano de 2008, ele havia sido absolvido de 14 crimes a respeito de pornografia infantil.

Segundo revelado pelo portal G1, a recente condenação de R. Kelly foi considerada uma vitória para o movimento contra o assédio sexual na indústria do entretenimento.