Notícias » Venezuela

Trinidad e Tobago: Ao menos 14 imigrantes venezuelanos morrem em naufrágio

O naufrágio ocorreu a 11 km do porto venezuelano de Güiria; Cerca de 30 pessoas estavam a bordo, incluindo crianças

Giovanna Gomes Publicado em 14/12/2020, às 09h12

Vista aérea de Güiria, na Venezuela
Vista aérea de Güiria, na Venezuela - Divulgação/Instagram

Segundo o governo venezuelano em declaração dada no último domingo, 13, ao menos 14 venezuelanos perderam suas vidas ao sofrerem um naufrágio enquanto tentavam chegar às costas de Trinidad e Tobago. A bordo, cerca de 30 pessoas, incluindo crianças.

De início, 11 corpos foram encontrados durante uma vistoria em um barco da Guarda Costeira na tarde de sábado, mas depois foram avistados outros três mortos na praia, sendo dois homens e uma mulher.

Os imigrantes morreram afogados a pouco mais de 11 quilômetros do porto venezuelano de Güiria, na Península de Paria, um dos pontos mais próximos de Trinidad.

O dirigente opositor David Smolansky havia relatado no sábado que uma "nova situação na fronteira marítima com Trinidad e Tobago" estaria ocorrendo. “Ainda estamos recebendo informações em nosso escritório, mas presumivelmente várias pessoas estão desaparecidas desde 6 de dezembro e foram encontradas mortas no mar, muito perto de Güiria, Sucre”, escreveu ele em sua conta no Twitter.

“Segundo parentes e pessoas próximas dessas pessoas, o barco deixou Güiria em direção a Trinidad em 6 de dezembro, foi devolvido da ilha e teria naufragado”, continuou Smolansky. "Cadáveres foram encontrados flutuando no mar, muito perto da costa venezuelana."